Dados político-económico-geográficos de Angola

Voltar á página inicial

GeografiaGeografia


Coordenadas geográficas

A República de Angola situa-se na Costa Ocidental do continente africano na parte Austral.

Latitude – Norte –04°22`G /Sul-18°02`G.
Longitude – Leste –24°05`E.G / Oeste –11°41`E.G
Superfície: 1246700 km2
Costa Atlântica: 1.650 Km
Fronteiras Terrestres: 4.837 Km
Norte: República do Congo e República Democrática do Congo.
Leste: República Democrática do Congo e República da Zâmbia.
Sul: República da Namíbia.
Oeste: Oceano Atlântico.

Voltar ao Topo

ClimaClima


Angola tem duas estações: a das chuvas, período mais quente que entre os meses de Setembro e Maio, e a do cacimbo. A do cacimbo ou seca é menos quente e vai de Maio a Setembro.

No entanto, da costa para o interior distinguem-se duas climáticas:

A região Litoral, com umidade relativa média anual de 30% e temperatura média superior aos 23°C, e a região interior, subdividida em Zona Norte, com elevada queda pluviométrica e temperaturas elevadas, zona de Altitude que abrange as regiões planálticas centrais com uma estação seca de temperaturas baixas e a Zona Sudoeste, semi-árida em conseqüência da proximidade do deserto do Namibe, extensão do deserto do Kalahari, sujeita a grandes massas de ar tropical continental.

A esta diversidade climática corresponde um potencial turístico representado por um patrimônio natural riquíssimo em flora e fauna diversificadas, permitindo todo tipo de atividades de lazer e aventuras.

Temperaturas Médias: 27°C máxima ,17°C mínimas

Voltar ao Topo

FloraFlora


Angola apresenta cinco tipos de zonas naturais, a floresta úmida e densa como a de Maiombe que encerra as mais raras madeiras, as Savanas, normalmente associadas a matas como é o caso da Lunda, as Savanas secas com árvores ou arbustos, em Luanda, baixa de Cassanje e certasáreas da Lunda.

Depois existem ainda zonas de Estepe ao longo de uma faixa que tem o início a sul do Sumbe e, por fim, a Desértica que ocupa uma estreita faixa costeira no extremo sul do país, onde podemos encontrar no deserto do Namibe uma espécie única no mundo que tanto caracteriza este país a “welwitchia Mirabilis”.

Voltar ao Topo

FaunaFauna


Em Angola conhecem-se inúmeras espécies espalhadas pelas várias regiões. Na floresta do Maiombe habitam gorilas, chimpanzés e papagaios, nas zonas naturais mais úmidas do norte, centro, centro e leste, podemos observar o golungo, a palanca negra gigante, uma espécie única no mundo e em vias de extinção, a seixa, os elefantes. Já nas regiões mais secas aparecem a cabra de leque, o guelengue do deserto ou orix, o gnu, a impala, a chita, o búfalo, também o elefante, a zebra e a girafa. Animais mais ou menos comuns a todo o território são a hiena, a palanca vermelha, o leão, o leopardo e o hipopótamo.

Na fauna marítima existem igualmente uma enorme variedade de peixes e de mariscos que se encontram também nos rios e que, a par destes, podemos ver também crocodilos e jacarés.

Principais Rios

O principal rio de Angola é o Kwanza com 1000 Km de longitude, mas apenas 240 Km são navegáveis. De seguida, o Kubango com 975 Km, depois o Cunene com 800 Km e por fim, na lista dos quatro principais do país, o Zaire com 150 Km de longitude, sendo este ultimo, todo ele navegável.

Os rios angolanos oferecem oportunidades para a implementação de negócios de interesse turístico ou misto do tipo-comércio-turismo.

Recursos Minerais

Angola é um país eminentemente rico em recursos minerais. Estima-se que seu subsolo albergue 35 dos 45 mais importantes do comércio mundial entre os quais se destacam o petróleo, gás natural, diamantes, fosfatos, substancias betuminosas, ferro, cobre, magnésio, ouro e rochas ornamentais.

Voltar ao Topo

HistoriaHistoria


Breve Síntese Histórica

Origem Étnica: Maioritariamente Bantu
Chegada dos Portugueses: 1482 (Diogo Cão)
Origem política: 500 anos de colonização portuguesa(1482/1975)
Fundação da primeira Cidade (Luanda): 1605
Independência: 11 de Novembro de 1975 – 14 anos de luta de libertação Nacional(1961/1975)
Primeiro Governo: MPLA
Primeiro presidente: Agostinho Neto (1975-1979)
Tomada de posse de José Eduardo dos Santos: 21 de Setembro de 1979
Protocolo de Bicesse: 31 de Maio de 1991
Primeiras eleições livres: Setembro de 1992
Protocolo de Lusaka: 20 de Novembro de 1994
Tomada de posse de GURN: 11 de abril de 1997

Voltar ao Topo

Dados PopulacionaisDados Populacionais


População

Angola tem uma população de 12.500.000 habitantes (49,3% Homens/ 50,7% Mulheres) composta de vários povos, etnias e culturas, uma diversidade de idiomas, embora o português seja a Língua Oficial.

Língua Oficial: Português Principais Línguas Nacionais: Umbundu, Kimbundu, Kikongo, Cokwe, Fiote, Kwanyama. Religião: Católica 51%; Protestante 17%; Tradicional (Animista) 30%; Outras 2%.

Organização Político – administrativa

Em 1992 é implantada a democracia pluripartidária e realizam-se as primeiras eleições democráticas. A constituição estabelece o sistema semi-presidencialista com os seguintes órgãos do Estado: Presidente da República, Assembléia Nacional, Governo com um mandato de 5 anos e os Tribunais.

Divisão Político-Administrativa: 18 Províncias, 163 Municípios, 475 Comunas.

Voltar ao Topo

EconomiaEconomia


O país essencialmente agro-pecuário e florestal possui inesgotável riquezas minerais (de que se salientam o petróleo e os diamantes), sustento de um PIB/habitante de 250 USD dólares.

Voltar ao Topo

TransporteTransporte


Transportes Rodoviários

Superada a situação de conflito militar durante as últimas três décadas, as infra-estruturas viárias estão atualmente em plena e rápida reconstrução. Dos 75.000 km de estradas, 7,955 km são asfaltadas. Os principais eixos caracterizam-se por unirem a capital com o interior, ou seja, na direção Norte (Bengo, Zaire, Uíge) Leste-Oeste (Malanje, Luanda Norte, Huambo, Luanda Sul, Moxico, Kwanza-Norte, Huambo, Bié) Sul (Kwanza Sul, Benguela, Namíbe). Paralelamente, outros ramais secundários ligados aos principais eixos permitem a comunicação com os países limítrofes em particular com a Namíbia, a República Democrática do Congo e a República do Congo.

Transportes Aérios

Uma rede de infra-estruturas constituídas por aeroportos e aeródromos distribuídos por todo o país permitem o acesso imediato a todo o território nacional e ao exterior através do aeroporto internacional 4 de Fevereiro, na capital. A TAAG (Angola Airlines) constituí a companhia de bandeira que opera por todo o país e assegura as ligações com as seguintes capitais:

Continentes Capitais
África Johannesburgo
Windhoek
Harare
São Tomé
Kinshasa
Brazzaville
Ponta Negra
Lusaka
Sal
Europa Lisboa
Moscovo
Paris
América Rio de Janeiro
Havana


Para além da TAAG, as ligações aéreas de e para Angola estão asseguradas também por outras companhias aéreas estrangeiras nomeadamente: TAP, Air-France, Aeroflot, Sabena, Lac (R.D.Congo), Lima-Congo (Congo-Brazzaville), Air-GAbon, Air Namíbia, SAA, Ethiopian Airlines e a British Airways.

Nos vôos domésticos existem as companhias de avi¨ão ligeira e de Charter que prestam serviços de transportes de passageiros e cargas. São elas a SAL (Sociedade de Aviação Ligeira), AAC (Angola Air Charter Ltda) e a Trasnáfrica, que dispõem de ligações regulares entre as principais cidades – Luanda, Huambo, Benguela, Lubango, Cabinda, Moxico e Malanje, Air Gemini que opera na região do Leste e a Sonair com operações aéreas ligadas à Sonangol.

Transportes Ferroviários

Angola tem uma rede ferroviária de 2.750 km. Destes quilômetros de linha férrea dois são de percurso interprovincial e apenas uma intercontinental.



Percurso Companhia Distância
Lobito-Zâmbia-R.D.Congo Intercontinental
Caminho de Ferro de Benguela (CFB)
1.305 km
EuropaNamíbe-Menongue Interprovincial
Caminho de Ferro do Namíbe (CFN)
907 km
Luanda-Malange Interprovincial 538 km

Transportes Marítimos

Este é talvez o principal meio de comércio externo cujas infra-estruturas têm permitido dar resposta ao enorme tráfico de mercadorias. O País está dotado de três grandes portos comerciais e mais de uma centena de outros de pequenas dimensões vocacionados fundamentalmente para a pesca e petróleos. Entre as principais companhias de navegação que operam em Angola destacam-se a Cabotang, Empromar, NDS e a Secil Marítima, transformada em companhia de bandeira após a extinção da Angonave. Este ramo de transportes marítimos também oferece excelente oportunidades de negócios turísticos quando falamos em ferry-boats e barcos de recreio.



Principais Portos Comerciais Volume de Carga Volume de Tráfico
Porto de Luanda 10.000m2 +710.000 TM
Porto de Lobito - 600.000 TM
Porto de Namibe - +115.000 TM

Voltar ao Topo